Mais do que garantir na lei, é preciso garantir acesso

January 8, 2018

 

 

Estar no Uruguai justamente quando teve início a venda do primeiro medicamento oficial à base de cannabis nas farmácias do país ampliou ainda mais minha convicção de que somente alterações nas leis não bastam se não houver garantia de acesso da população a esses medicamentos, de forma gratuita inclusive.

 

O Epifractán, nome do extrato produzido pela Medicplast, e que contém 2% de CBD puro está sendo vendido por 2.170 pesos uruguaios, algo em torno de R$ 260,00 reais, por um frasco de apenas de 10ml. A principal crítica, além é claro do preço, que se torna insustentável para qualquer paciente, é de que a dose é muito baixa, e só seria benéfica para crianças, e não para adultos.

 

 

 

Ou seja, mesmo com a lei permitindo o uso medicinal, ele se torna inacessível legalmente para a maioria das pessoas que necessitam, e que vão continuar adquirindo medicamentos que não são fiscalizados pelo governo, mas possuem valores menores, ou são até mesmo doados, como o El Aceite Del Pepe, que já foi parar na justiça depois de viralizar em terras uruguaias sem autorização do estado.  Resta saber como vai ser o acesso no Piauí.

 

 

 

 

Guilherme Darros

 

Jornalista, e produtor de conteúdo canábico.

Lutando pela legalização em meio à muita fumaça e brisadas.

Compartilhar em Facebook
Compartilhar em Twitter
Please reload

Ultra420: novo site, cores, e produtos

March 25, 2019

3 motivos para substituir o plástico por cânhamo

March 20, 2019

Ultra420: criando, inovando e informando há 25 anos!

March 18, 2019

1/17
Please reload

Recent Posts:
  • facebook
  • Instagram
  • TV Ultra420
  • Twitter
  • Radio Ultra420
  • pinterest
  • Flickr