Trabalhadores da cannabis do Uruguai reclamam das condições insalubres

August 13, 2018

 

 

Nem tudo são flores no Uruguai legalizado, nem mesmo para quem trabalha diretamente com elas. Recentemente, a mídia do país vizinho destacou o conflito entre os trabalhadores da Symbiosis, empresa responsável pela produção da cannabis que é vendida nas farmácias, e a gestão da empresa, justamente pela precariedade dos salários, e também pelas más condições do ambiente de serviço.

 

Ligados à Unión de Trabajadores Rurales y Agroindustriales del Sur del País (Utrasurpa), os trabalhadores chegaram a dizer que as condições estavam semelhantes ao do narcotráfico, com um salário de cerca de 17 mil pesos, algo em torno de R$ 1.600,00 reais, trabalhando inclusive nos sábados. Além disso, eles reclamam especialmente da ausência de um ônibus que leve até as plantações, e também a falta de roupas adequadas para o trabalho, já que acabam deixando a empresa com o odor característico da cannabis, o que para alguns pode ser uma maravilha, mas para outros nem tanto.

 

 

 

 

Uma reunião entre os dirigentes sindicais e a empresa Symbiosis, de capital uruguaio-argentino, já teria ocorrido visando solucionar os problemas e atender as demandas dos trabalhadores, pois afinal, se é com uma velocidade recorde que o estoque de maconha se esgota na maioria das farmácias, imagina com uma eventual greve dos trabalhadores da planta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Guilherme Darros

 

Jornalista, e produtor de conteúdo canábico.

Lutando pela legalização em meio à muita fumaça e brisadas

Compartilhar em Facebook
Compartilhar em Twitter
Please reload

Ultra420: novo site, cores, e produtos

March 25, 2019

3 motivos para substituir o plástico por cânhamo

March 20, 2019

Ultra420: criando, inovando e informando há 25 anos!

March 18, 2019

1/17
Please reload

Recent Posts:
  • facebook
  • Instagram
  • TV Ultra420
  • Twitter
  • Radio Ultra420
  • pinterest
  • Flickr